29 de dezembro de 2015

Playlist sobre aniversário

 Montei uma mini playlist com músicas que falam de aniversário ou que teve intenção de falar sobre a data como amo aniversário e música, juntei o útil ao agradável.


Birthday - Katy Perry



27 de dezembro de 2015

Coisas e momentos que me fizeram feliz em 2015

Quando chega final de ano, as pessoas sempre optam em lembrar as coisas tristes que aconteceram, mas, como gosto de ser diferente, escolhi lembrar as coisas felizes que teve em 2015.

A primeira coisinha que aconteceu e eu amei foi: cair na sala com as mesmas pessoas do ano passado. Você que estuda sabe a tristeza que é estudar um ano com pessoas ma-ra-vi-lho-sas e no outro cair em uma sala com outras pessoas.



❤ ❤ ❤

Fiquem sabendo que tenho um amor enorme por cachorros e esse ano fiquei mega feliz quando ganhei uma. Não sei a raça dela (que vergonha para uma futura veterinária), mas, é super agitada, fofa e barulhenta. Trouxe mais alegria pra casa.

Ano passado, minha Minnie morreu e fiquei muito triste (falei um pouco dela aqui).
           
❤ ❤ ❤

Estava acompanhando alguns blogs e ficava imaginando como devia ser ter um cantinho só meu, foi em um desses momentos que decidi criar o Cupcakeland - se você tá se perguntando de onde tirei esse nome difícil e estranho(pra você), vou explicar - escolhi esse nome porque queria ser diferente, e a primeira coisa que veio na mente foi a brincadeira que eu tenho com uma amiga, ela diz que moro na Potatoland e eu digo que ela mora no cupcakeland. Não gostei da ideia de colocar o nome de Potatoland, então, ficou esse e digo pra vocês “amo esse nome”.

Além da conquista de conseguir criar o blog:
— Conheci alguns blogueiros aqui de Manaus (Lucas do Chuva de Livros, One do One Books e a Jéssica do Lendo, Relendo, Encantando);
— Ganhei um banner muito fofo da Bella;
— Consegui seguidores tanto no Instagram como no Blog;
— Conquistei parceria de autores (Marcos, Sarah, Erika, Marina, Cláudio, Lucas, Carolina e Giordano) e leitores (Ana, Beatriz, Daiane, Gabi);
— Fiz um sorteio com sucesso;
— Novos amigos blogueiros e autores hahahh.

 Isso pra mim já é muita coisa. Tudo foi muito difícil e cada conquista merece uma rodada de café (amo café) .



❤ ❤ ❤

Eu sempre quis ganhar um pôster de filme quando eu fosse assistir. Uma vez comprei o ingresso pro filme do One Direction em Julho e o filme só ia ser em Outubro, comprei mega adiantado com expectativa de ganhar alguma coisa e no fim não ganhei nada ~triste~. E nesse ano adivinhem só! EU GANHEI UM PÔSTER, não só um, mas, TRÊS de Cidades de Papel. Amei a adaptação que fizeram.

 Como os primeiros filmes de Jogos Vorazes eu não fui assistir no cinema, prometi que esse ano eu ia, E EU FUI, revi minha melhor amiga que fazia tempo que não nos víamos, choramos com o romance de Peeta e Katniss e ainda conheci um amigo virtual. Tem coisa mais amor? Não tem. (Infelizmente não ganhei pôster)


❤ ❤ ❤

Comecei esse ano a trocar cartinhas com minha amiga da escola, e como sempre gostei de escrever e amei a ideia de cartas, fui procurar um Projeto de troca de cartas e me indicaram o Correio Criativo (ainda irei falar dele aqui). Fiz amizade nova e até um maridinho :3 .
Hoje as pessoas gostam muito de correio eletrônico, mas, vocês não sabem como é bom e divertido escrever cartas pra alguém e colocar todo o amor, mandar mimos, comprar papéis e coisinhas fofas. E ainda receber coisas hiper fofas de pessoas mega fofas amei e pretendo entrar em mais projetos ano que vem.


 ❤ ❤ ❤

No começo do ano, disse pra minha irmã que iria aprender a cantar Nina do Ed Sheeran e ia cantar pra ela no final do ano. Meta fail. Sorry. essa é uma coisinha que vai pra meta de 2016.

E o que fez você feliz esse ano? Compartilhe com a gente nos comentários as experiências e coisas novas que fez.












Create a dream.









Beijos da Kah .

22 de dezembro de 2015

Para Minnie ❤

Hoje, 22 de dezembro, completa um ano que minha Minnie se foi. A causa não se sabe de verdade, talvez tenha sido culpa dos que a amavam ou da veterinária, ninguém sabe.

Minnie estava comigo havia uns 7 anos, não lembro muito bem, mas, ela chegou em um momento turbulento, triste e trouxe a luz para aquela casa triste. Ela era pinscher com poodle, a coisa mais fofa que já tinha visto e meu novo amor. Minnie nunca engravidou, não deixamos. Preferiamos que ela ficasse "brincando" com nossas pernas (eca) e com os ursinhos. 

Minnie sobreviveu a veneno de rato, a dias com fome, a esfregadas na cara (da minha mãe quando ela fazia xixi aonde não podia :c).

No meio de 2013 nós se mudamos para outra casa e adivinha quem veio com a gente? A Minnie. Logo no primeiro dia de mudança, acordei com minha mãe gritando, procurando por ela. Nesse momento a imaginei correndo na rua, perdida e um grande caminhão atropelando ela. Acharam ela cheirando o quintal do vizinho. 

No final de 2014, a Minnie engravidou. Foi tudo muito rápido. A veterinária disse que era uma gravidez de risco porque era pequena e já estava velhinha. Minnie passou muitas horas em trabalho de parto, sem conseguir colocar os cachorrinhos pra fora. Levaram ela a noite para o hospital e os cachorrinhos já estavam mortos. 

Minnie sobreviveu só 3 dias depois de uma cirurgia mal feita e sem acompamento, por uma veterinária irresponsável e sem coração, que só ligava para seu bolso e nada mais. 

Ela não balançou mais o rabinho depois da cirurgia, estava com o olhar triste e nem quando me via se alegrava. Foi uma morte lenta e muito dolorosa. Um dia antes de ela morrer, fiquei do lado dela, chorando. Vi minha cachorrinha gemendo de dor sem poder fazer nada, nenhum dinheiro tinha poder naquela hora. Minha mãe não deixou eu vê-la morta, disse que era melhor eu ficar com os momentos bons.

Minha pequena Minnie era a cachorrinha mais fofa do mundo, mais educada e carinhosa. Ela não mordia, não era barulhenta, dava muito carinho e quando você dizia “com licença ” ela até saia da frente. Sem mentira. Amava cada um da família (menos um primo meu), adorava carinho na barriga, amava comer sorvete e chocolate, odiava gente bêbada. 

Confesso que não lembro muito, foram 7 anos, mas, com 1 ano esqueci um pouco do jeitinho dela. Passou rápido demais e ainda me pego sentindo falta dela. 

Não sei se percebeu com certeza percebeu eu sou muito sentimental com cachorrinhos, ainda mais quando é meu. Não pude deixar de lembrar e fazer um textão para ela (amo Minnie e textão).

Obs: ganhei uma cadelinha esse ano, ela é ao contrario da Minnie haha. É grande, barulhenta, não é muito fofa, mas é meu amorzão. 





Create a dream



Beijos da Kah

16 de dezembro de 2015

O Herdeiro de Eddon, de M.P.Telles

Yay, cupcakes. Tudo doce?
Hoje, a resenha vai ser sobre o primeiro livro do primeiro parceiro do blog rs, M.P.Telles Já teve a resenha de primeiras impressões, aqui e uma entrevista com ele, aqui.

     O Herdeiro de Eddon é um ficção, escrita pelo autor Marcos Paulo Telles, o primeiro livro da saga Reino das Sombras por enquanto o livro é em e-book, mas ano que vem vira físico. ~olhos brilhando~



Sinopse: Desde o final de Dezembro algo fora do comum se alastra em todos os cantos na cidade de Pompilha. Pessoas estranhas entrando e saindo de lugares suspeitos, sem contar com as grossas nuvens cinzas que circulam a cidade e que não são comuns aquela época do ano. Há uma movimentação ainda mais curiosa na longa Rua das Gamélias, pode parecer loucura, mas Dona Leona jurou ver dois cachorros grandes e magricelas "conversando" enquanto caminhavam lentamente em direção ao beco escuro no final da rua. Hugo Tomas se jogou entediado em sua velha e apertada cama como sempre fazia. Era sábado a noite e ele só queria que aquele dia acabasse logo, talvez na manhã seguinte nada acontecesse de muito interessante além de ser o seu aniversário de quinze anos. Mal sabia ele que enquanto ele dormia algo obscuro se aproximava e transformaria a sua vida monótona e cheias de perguntas, em uma jornada perigosa ao desconhecido.

14 de dezembro de 2015

Resenha: Diário de uma bicicleta, de Fabrício Mauricio

Oi  oi gente, hoje vocês irão descobrir qual foi a minha opinião de livro Diário de Uma Bicicleta e irá também poder conferir sobre do que se trata com minha humilde resenha (Morro de medo de dar spoiler, então falarei do mais básico só pra deixar vocês curiosos (pra comprarem o livro) ~ risada maléfica ~.


Título: Diário de Uma Bicicleta
Nome do Autor: Fabrício Maurício
Publicado por: Editora Pandorga
Lugar e ano da publicação: São Paulo/ 2014
Número de páginas: 300

19 de novembro de 2015

Divulgação: Promoção de Retratos de uma Vida - Naty Rangel



 O livro Retratos de uma Vida, Naty Rangel está em promoção no site da Editora Nova Terra, preço: R$16,45. ~corram~ melhor que isso só dois disso.




18 de novembro de 2015

Resenha: Princesa Mecânica - Cassandra Clare

Oi Oi amigos.
Tudo certo com vocês?

Finalmente hoje venho resenhar o livro Princesa Mecânica. Li ele já faz um tempinho e como vocês puderam conferir sobre os dois primeiros da trilogia, venho também trazer aqui a minha opinião sobre o último samba da Cassandra Clare com o fechamento dessa série. "MELDELS", que final galera...

Go Go!!

 Pra começar, vamos aos dados do livro:

Título da Obra: Princesa Mecânica
Título Original: Clockwork Princess
Nome da Autora: Cassandra Clare
Publicado Por: Galera Record
Ano de Lançamento: 2013
Número de Páginas: 430








Galera, antes de tudo quero dizer que aqui você não vai ler nada clichê como: "ai que triste, fulano morreu" ou "como Cassandra Clare é destruidora", isso já está em muitos blogs e não quero escrever isso aqui porque não sou obrigado a nada.

Princesa Mecânica é o último livro da saga As Peças Infernais. Essa trilogia é passada antes de Os Instrumentos Mortais e nela podemos desvendar algumas coisas que ficaram vagas como vários assuntos sobre o Alto Feiticeiro Magnus Bane (logo logo resenha do livro dele pra vocês) e descobrir muita coisa do que se passou há muitos anos.

Se você ainda não leu todos os livros e ainda não leu as outras duas resenhas dos livros anteriores, basta clicar AQUI e AQUI (está em ordem). Tudo que está escrito abaixo contem spoiler pra você que ainda não leu nada sobre a série. Pare aqui, ou continue, mas não me xingue depois.

Enfim...

Depois de Tessa Gray perder o irmão, Nate, em uma batalha, ela se vê desolada mas sabe que escolhas foram feitas por ele mesmo então, nada poderia ter feito. Ela encontra forças em seus "amigos" Jem e Will para continuar a tocar a vida e bola pra frente.

Jem resolve então com isso pedir Tessa em casamento sem o consentimento de seu Parabatai Will (lembrando que Will é apaixonado por Tessa) já consegue imaginar essa bagunça toda? então, no final de Príncipe Mecânico, a irmã de Will aparece no Instituto pedindo para que possa treinar como uma Caçadora de Sombras. Ele se perde em meio ao tormento a imaginar sua irmã mais nova treinando como ele e apenas imagina em mandar ela de volta. Cecily Herondale apenas quer ficar próxima do irmão.

Já ia me esquecendo de dizer, já no inicio do livro temos muitas reviravoltas entre a família Lightwood. O filho de Benedict, Gideon, ao ver todo o descaso que seu pai levava as leis da Clave decidiu deixar a casa do pai e então resolveu morar no Instituto de Londres para que pudesse também ficar próxima de sua amada Sophie. Já com sua antipatia, Gabriel aparece na porta do instituto solicitando falar com o irmão para levá-lo para que vesse seu pai sendo transformado em um demônio. Todos os caçadores de Sombras vão juntamente para ver se conseguem salvar Benedict mas não tem um resultado muito bom.

Tessa é novamente sequestrada em meio a uma batalha onde Jessamine Lovelace vem a deixar esse mundo (que morte mais sem graça). Tessa é levada para Mortmain, como sendo a única e última chave para que ele possa "dominar" a Clave. Como defesa Tessa utiliza seu poder para sambar na cara desse imbecil.

O triângulo amoroso entre Tessa, Will e Jem é finalmente desvendado com um final que vai te deixar tipo: WHAT THE FUCK?

GENTE, o livro é repleto de surpresas surpreendentes mesmo. Temos beijos, sexo, e muita aventura envolvida em toda essa obra. Que fim mais lacrante. A forma como Clare nos descreve cada momento vivido ali nos lugares, palavras bem conectadas. Não é duvidoso que depois de nos deixar abalados com o fim, ela da uma longa para Tessa e que parte difícil de superar pela personagem.

Eu simplesmente amei cada palavra lida, cada cantiga de (esqueci o nome da mulher) e os poemas e poesias no início de cada capítulo foi grifado.


Melhores Grifos:

"- Eu falhei - disse Aloysius. - Quero me corrigir. Meu sangue corre nas veias daquela menina, ainda que também haja sangue de demônio ali. Ela é minha bisneta."

"um homem não pode viver sob o mesmo Céu que o assassino de seu pai."

" - "E milagres não se questionam, nem reclamamos quando não são exatamente como gostaríamos."


Então é isso galera, deixe aqui sua opinião sobre o que achou do livro, se gosta, enfim, seu comentário é muito importante pra mim. Não deixe de seguir o blog e ficar por dentro das novidades.

Fiquem com o Papai do céu e se cuidem.
Até a próxima postagem.

Beijão :*

Resenha: A Parede Branca do meu Quarto, de Marina Oliveira



Sinopse: Após ter um vídeo postado no Youtube sobre o surto psicótico que teve durante uma prova, Mariana Vilar virou uma celebridade da internet. Infelizmente, isso não trouxe nenhuma vantagem para a vida dela: foi expulsa do colégio antigo, perdeu o contato com o melhor amigo e, agora, ainda tem que aguentar as pessoas perguntando a todo tempo se a conhecem de algum lugar. 
Chega a hora de cursar o terceiro ano do Ensino Médio, não vai ser fácil. Novo colégio, rodeado de pessoas diferentes. Os desafios surgem e as inquietudes aumentam. Mariana começa a perceber que as experiências e desejos que guiavam o seu comportamento antes, de repente não fazem mais sentido. Entender as mudanças que vão desde belos momentos afetivos até estranhas festas da elite brasiliense será uma questão de sobrevivência. 

E quanto à parede branca do título? Ah, meu caro leitor, só posso garantir que ela nunca mais será a mesma.

15 de novembro de 2015

Resenha: Príncipe Mecânico - Cassandra Clare

Olá amigos, seja bem vindo mais uma vez ;)

 Título: Príncipe Mecânico
Título Original: Clockwork Prince
Nome da Autora: Cassandra Clare
Publicado Por: Galera Record
Data de lançamento: Dezembro de 2013
Número de Páginas: 405




                                            

                                          Sinopse
 Tessa Gray não está sonhando. Nada do que aconteceu desde que foi de Nova York para Londres - ser sequestrada pelas Irmãs Sombrias, perseguida por um exército mecânico, traída pelo próprio irmão e se apaixonar pela pessoa errada - foi fruto de sua imaginação. Mas talvez Tessa Gray, como ela mesma se reconhece, nem exista. O Magistrado garante que ela não passa de uma invenção. Para entender o próprio passado e ter alguma chance de projetar seu futuro, primeiro Tessa precisa entender quem criou Axel Mortmain, também conhecido como Príncipe Mecânico.

13 de novembro de 2015

Resenha: O Hobbit - J.R.R. Tolkien

 Esse post era pra ter sido publicado antes, mas como final de ano letivo é horrível, acabo atrasando aqui. Enfim,consegui.



 Não posso começar a falar de O Hobbit sem falar nossa história de amor, que aconteceu bem antes de eu começar a lê-lo. Tudo começou quando ouvi I See Fire música que faz parte de A Desolação de Smaug, segundo filme de O Hobbit do Ed Sheeran, me apaixonei pela música. A curiosidade de entender a música falou mais alto, então resolvi ler o livro.





   Bilbo Bolseiro, filho de Beladona Tûk, que era casada com Bungo, morava na mais luxuosa toca, no alto da colina. Era um jovem hobbit preguiçoso, que gostava de dormir, que tinha sua dispensa sempre cheia e a casa sempre arrumada. Nunca passou pela sua mente sair da sua toca quentinha, ainda mais para uma aventura. Mas a vida sempre apronta com a gente né, lógico que ela não abriria uma exceção para Bilbo.

 Então, um dia o mago Gandalf, conhecido por fazer belos fogos de artifício, apareceu em sua porta o convidando para uma aventura. Bilbo não aceita. Mago não desiste e deixa uma marca na sua porta. No outro dia aparece anões, de todos os pesos e tamanhos, bagunçando sua casa, comendo sua comida, fazendo barulho. Desde então a vida de Bolseiro muda.


 Não sei se isso é um spoiler mas ele aceita ir na aventura, com os anões e o Mago, com comidas, água. Mas chega um momento que a única coisa que importa são epenas suas vidas, eles se metem em várias encrencas e adivinha quem sempre está lá pensando e ajudando? O hobbit.



" Apesar disso, ele começou a sentir que aventuras, afinal de contas, não eram tão ruins assim. "

 Junto dele, vamos descobrir que o sobrenome "Bolseiro", não é por acaso. Na hora do desespero, Bilbo sempre está lá para ajudar, sempre pensando em uma solução. Descobre o que é amizade, companheirismos, fome, e que às vezes é bom está longe do lar. O livro tem partes engraçadas e aquelas que faz você pensar: O QUE?

 O que me chamou atenção foi quando eles paravam em uma casa para se abrigarem, sempre pediam conselhos e todos eles levavam em conta, até o mais sábio deles. 


 O Hobbit é narrado pelo próprio autor, de um jeito animado, explicado, simples e bom. Uma escrita que faz você se sentir um uma sala de estar, conversando com o escritor, como se ele estivesse na sua frente lhe contando uma história de aventura. Isso que O Hobbit é, uma aventura, em todas as páginas as aventuras estão gritando, pedindo pra você ler mais e mais. Li metade do livro em um dia. No livro tem ilustrações em cada capítulo, mostrando a parte da história, o que eu amei, facilita a vida daqueles que não conseguem imaginar, como eu. Espero ansiosamente para ler os outros livros do Tolkien.

A leitura não é cansativa, não houve nenhuma parte que me deixou com tédio, nem que arrependi por ter lido. Agora entendi a música. Já assisti o primeiro filme, amei, agora só falta os outros.

 Espero que tenham gostado do pequena resenha, é um livro muito bom de ler. 


E que as suas barbas nunca deixem de crescer


obs: Ouça I see fire - Ed Sheeran



Leitura Iniciada: 19/09/15
Leitura Finalizada: 22/09/15










Create a dream.










Beijos da Kah.

8 de novembro de 2015

Resenha: Anjo Mecânico - Cassandra Clare

Olá meus amigos. Tudo no controle?
Seja bem vindo(a) à mais uma resenha no blog. E fique a vontade.


 
Título: Anjo Mecânico
Título original: Clockwork angel: The infernal devices
Nome da autora: Cassandra Clare
Publicado por: Galera Record
Data de Lançamento: Maio de 2012
Número de páginas: 391






Sinopse
Tessa Gray tem um anjinho mecânico pendurado no pescoço, um presente de família do qual nunca se separa. O tique-taque do pingente faz com que ela se sinta segura junto à lembrança dos pais, que já morreram. Mal sabe Tessa que esse barulhinho muito em breve vai se tornar o odioso som de um exército comandado pelas forças do Submundo. Com os Caçadores de Sombras e seu recém-descoberto poder sobrenatural, ela enfrentará uma guerra mortal entre os Nephilim e as máquinas do Magistrado, o novo comandante das trevas na Londres vitoriana. 


Resenha
Após praticamente sem ler nenhuma obra de Cassandra Clare, decidi ler Anjo Mecânico.
O mundo que Clare nos apresenta é uma coisa bem fora do normal com os seres do submundo: Vampiros, Lobisomens, Fadas, Feiticeiros, e sem contar com os Caçadores de Sombras, que sem querer entramos nessa fantasia que não queremos sair dela nunca mais.

Tessa é uma garota super comum que mora em Nova Iorque. Para ela, seu irmão foi para Londres em busca de uma vida melhor. Após a morte de sua tia, Tessa recebeu dinheiro para que poderia ir ao encontro de seu irmão, já que os dois só teriam um ao outro.

Chegando em Londres, Tessa é surpreendida pelas duas irmãs Black e Dark que mantêm seu irmão em cativeiro. Sem saber Tessa é dona de um poder surpreendente e nada comum. Ela também é mantida em cativeiro e é treinada pelas Irmãs para que possa se casar com o Magistrado.

Ao descobrir Tessa fica com muito medo e consegue fugir do cativeiro com a ajuda de um Will, que é um Caçador de Sombras. Ela é levada para o instituto de Londres. No instituto ela recebe cuidados e planeja juntamente com os Caçadores de Sombras em procurar seu irmão usando seu poder.

Em Anjo Mecânico, Cassandra Clare nos trás míticos personagens que são citados também na série Os instrumentos Mortais que são personagens chaves para o resgate do irmão de Tessa.

Após todo estrago que Tessa e os Caçadores de Sombras causam, ela não sabe o que fazer com o irmão e não tem noção do que o futuro lhe aguarda depois de tudo que foi revelado. Cassandra me matou de susto a cada página. Surpresas então... nem comento.

O livro tem um desfecho dos mais surpreendentes e não vou esconder... o irmão de Tessa, Nathaniel, me matou de raiva a cada momento do grande final. Gostei muito do livro e já entrou pra lista dos que serão recomendados...


E galera, 2016 chegando e o seriado está ficando a cada dia mais próximo em... estou muito ansioso para chegar logo o piloto e me matar de curiosidades.


É isso galera. 
Se cuidem e até a próxima postagem :)




7 de novembro de 2015

Apresentação [Colunista] Jalysson Waldorf

              

Aló aló quem sou eu?
Não é a Inês gente, sou eu mesmo. Jalysson Waldorf.

Sou o mais novo colunista do Blog. Sim... a Kah me fez o convite e eu aceitei (na verdade eu me cedi). Galera, meu nome vocês já sabem, tenho 18 anos, moro em Goiânia, sou leitor há quatro (4) anos. Sou Bookaholic, blogger (tenho o meu blog também titulado como "Um Simples Leitor" e espero que gostem de mim durante esse tempo que ficarei aqui (quem sabe por muito?) e que eu possa ajudar a Kah da melhor forma possível e com isso ambos crescerem juntos de mão dadas (mesmo que estejamos em estados diferentes) huehuehuehue. Gente, como puderam ver, sou muito da zoeira e gosto de divertir um pouco, então em todas postagens teremos sim zoeiras e piadinhas porque faz parte da vida não é?

Eu amo assistir filmes e sempre que eu puder, estarei atualizando vocês com dicas e tudo mais. Sou bem focado em literatura nacional e vocês poderão ter acessos a resenhas maravilhosas do autores brasileiros. 

Amo ficção científica e o que vocês mais poderão ver também são livros de ficção, fantasia brasileira. 

Estou aberto para o novo sempre e o que vocês pedirem, estarei pronto para trazer pra todos. Comentários são muito importantes. desde que sejam elogios até críticas, fiquem a vontade e sejam verdadeiros sempre. COMENTEM!!!.

Ao decorrer do tempo vocês vão me conhecendo e enfim, espero que me amem. 

Então é isso, não deixa de seguir o blog e ficar por dentro das novidades que serão bem atualizadas.
Não deixem de comentar também, seu comentário é muito importante pra nós.

Fiquem com o Papai do céu e se cuidem.
Beijão :*. 
Até a próxima postagem.

26 de outubro de 2015

A Herdeira - Kiera Cass



Sinopse: Vinte anos atrás, America Singer participou da Seleção e conquistou o coração do príncipe Maxon. Agora chegou a vez da princesa Eadlyn escolher seu noivo. Eadlyn não espera que sua Seleção seja nem um pouco parecida com o conto de fadas de seus pais. Mas ao longo da competição, ela pode descobrir que seu final feliz não é algo tão impossível como ela sempre achou.

17 de outubro de 2015

Ed Sheeran: trecho de Jumpers For Goalposts - I'm a mess

Hello, tudo bom?



 Como vocês sabem, nosso querido ruivo Ed Sheeran vai estrear um filme, com bastidores e show, Jumpers For Goalposts”, que é o resultado dos três shows da turnê do álbum “X” que o ruivo fez em junho deste ano, no estádio de Wembley, em Londres.




 E nessa semana, já nos preparando para o lançamento, nosso queridinho liberou nesta quinta, 15, a performance da música I'm a mess ~uuhuuulll, mãozinha pro alto~, presente no longa. Vídeo ⬇






 O filme  será exibido em alguns cinemas brasileiros entre os dias 22 a 24 de outubro. 


 
 Acho bom vocês irem quebrando porquinhos, juntando moedas porque o ingresso é caro, ainda mais pra quem paga inteira. Preparem os bolsos se vocês amam o Ed, assim como eu .








Create a dream.







Beijos da Kah.

13 de outubro de 2015

Entrevista com o autor M.P.Telles




O autor M.P.Telles, que é parceiro do blog, aceitou uma entrevista. Ele é escritor de O Herdeiro de Eddon - Reino das Sombras, que até então só está disponível em e-book. Tem resenha de primeira impressão aqui.


30 de setembro de 2015

Primeiro Capítulo — O Herdeiro de Eddon - M. P. Telles

Hello, tudo bom?

 Foi disponibilizado para o blog o primeiro capítulo de O Herdeiro de Eddon - Reino Das Sombras (vol 1). Um novo mundo que foi criado pelo autor Marcos Paulo Telles. Cheio de suspense e aventura.




Sinopse: “O embrulho chegou meio surrado na casa número treze da rua das Gamélias. Era uma manhã cinzenta de domingo e alguma coisa estranha pairava no ar. Hugo Tomas estava completando seus quinze anos, e de tudo  que ele esperava receber na manhã de seu aniversário, nada se parecia com o que havia dentro daquele embrulho sem remetente. Mal sabia ele que aquele estranho embrulho trouxera junto com ele uma força obscura, que poderia mudar o rumo do mundo dos humanos e daqueles que ele ainda não havia conhecido. ”

  Só com a sinopse já da pra ficar com uma curiosidade forte. Vou contar um pouco sobre o que li. Como a primeira impressão é a que fica, já sei que o livro será super bom.

  O começo do livro já começa com um suspense que eles deixam no ar, aqueles que lhe forçam a ler mais e mais. O jeito que o autor descreve a rua das Gamélias, o que está acontecendo e faz você se sentir lá no lugar, como se estivesse sentado na grama vendo toda a cena com um óculos 3D.

“mas quando tudo é muito normal podemos desconfiar de algo anormal aconteça. ”

  As frases boas, a história que começa e a criatividade que ele teve ao criar um mundo novo. Como sou apaixonada por ficção, fiquei animada ao saber que vou entrar em uma nova aventura esse ano.


  Vocês também querem saber o que estava dentro do embrulho? Então, comprem O Herdeiro de Eddon.

O E-book será lançado dia 02 de Outubro.




Redes sociais do livro: Facebook | Instagram 








Create a dream






Beijos da Kah.

24 de setembro de 2015

Entrevista: Carlos Barros


Essa semana está sendo muito especial pra mim, primeiro livro que conheço o autor e espero o lançamento do livro. Muitas expectativas para amanhã, então, consegui uma entrevista com o querido autor Carlos Barros ~ouvi gritos?~ . 

Saiu do forninho agora... 


Carlos Barros






    1. Seja bem vindo ao blog, Carlos. Obrigada por aceitar a entrevista. Confesso que fiquei muito feliz quando aceitou. Se apresente aos leitores, falando um pouco sobre você.


Cresci em Belo Horizonte e quando terminei o Ensino Complementar, impulsionado pela vontade de conhecer novos lugares, fui para Lisboa, Portugal. Passei a trabalhar durante o dia e estudar à noite, na faculdade, onde escrevi pequenos contos de ficção, narrativas sobre obras de arte e artigos para o jornal acadêmico. No período de quase cinco anos, fiz praticamente de tudo para conseguir pagar meus livros e sobreviver. Desde redações pagas por meus colegas de sala, passando por porteiro de restaurante popular, monitor colegial, garçom, até vendedor ambulante e desenvolvedor de sistemas de informática. Foi nessa última profissão que consegui um sustento maior. E foi ela que me proporcionou conhecer quase todo o país e criar histórias de todos os gêneros. Quando retornei ao Brasil, resolvi colocar no papel uma delas, Fugitivos. 




    2. Quais seus gostos literários? Seus livros, sagas preferidas.

Gosto de quase todos os gêneros literários. O que considero importante é a qualidade da história, se ela prende o leitor, se é inteligente ou pelo menos interessante. Por exemplo, gosto de Maze Runner, Star Wars, Percy Jackson, Senhor dos Anéis, entre muitas outras.





    3. Algum escritor que seja sua inspiração?


Não tenho um autor favorito. Não existe unanimidade na qualidade das obras de nenhum autor. Prefiro me concentrar nas histórias. A primeira que me transmitiu um diferencial, que me transportou realmente para um mundo com o qual me identificava, foi As Aventuras de Tom Sawyer, de Mark Twain. É a representação total da juventude atrevida e inocente. Ainda hoje, sinto o gosto da rebeldia dos personagens. E se posso dizer que sofri alguma influência, seria dessa obra, mas não do autor. 



    4. Você acompanha alguma série de tv?

Várias rssssss. Bones, Castle, Walking Dead, Arrow, Flash, Demolidor, Vampire Diaries, Modern Family, Gotham, Big Bang Theory, Sleepy Hollow, entre mais algumas. E não, não tenho tempo de ver todas, vou acumulando e vendo conforme consigo tempo. rsss​



    5. Quando resolveu escrever? Qual foi a primeira pessoa a ler seu livro? Quando decidiu publicá-lo?


Ainda criança, lá pelos seis anos, quando comecei a folhear gibis e aprender as primeiras palavras.  De alguma forma, queria completar as aventuras que lia. No início, pensei em desenhar, mas como não possuía esse dom, passei para a escrita. Criei algumas histórias de ficção-científica e outras de aventuras fantásticas, mas nada que prestasse. Ano passado, devido a uma epifania, resolvi que era hora de encarar a escrita como algo sério. A história de Fugitivos era a mais simples de escrever, por isso optei  por ela.
​ 

A primeira pessoa que leu Fugitivos, foi minha esposa, Cláudia. Decidi publicar assim que terminei rssss​.



  6. Trabalha apenas como escritor , ou tem outra profissão?


Não, trabalho em uma grande empresa de Belo Horizonte, com análise de informações. Nenhuma relação com escrita :)​



    7. Você fica nervoso ao pensar em alguém lendo seu livro?


Nervoso, não. Mas fico agradecido. Acho que é uma honra qualquer pessoa ler algo que escrevi. É o resultado que qualquer escritor espera alcançar.  ​




    8. Qual sua frase de Fugitivos preferida?


Não é uma frase, mas uma pergunta: o que é preciso para ser feliz? Se responder,você tem o segredo da vida.​




    9. Como surgiu a história de Fugitivos? Alguém foi sua inspiração?


Eu queria escrever algo em que jovens fossem o tema central. Não queria nenhuma aventura distópica, mas algo mais real, mas voltado para o que vivemos. Nossas vidas são tão cheias de situações que nem precisamos inventar novos mundos ou criaturas. Assim, aos poucos, foi nascendo o enredo e os personagens.




    10.  Quando estava escrevendo Fugitivos, você ia nos lugares para analisar os detalhes para poder descrevê-los no livro?


​Sim, em quase todos. Os que não conhecia ou não puder conhecer, usei o Street View do Google.​




    11. Tem algum personagem de Fugitivos que tem as características de algum conhecido seu? Quem?


Dois personagens tem o físico semelhante a conhecidos meus. Jonas e Fábio.​




    12. Como se sente ao ter o lançamento tão próximo?


​Muito ansioso rsssss. É muito bom você segurar o trabalho de um ano nas mãos e se orgulhar.



    13. Já tem outra história em mente? Se sim, pode nos dar um spoiler?


Tenho, sim. Mas não posso adiantar nada. A não ser que não tem nada relacionado ao gênero de Fugitivos.


    14. Tem algum personagem favorito (de Fugitivos)? Nos conte sobre ele.


​Jonas é meu personagem favorito. De certa forma, ele acaba sendo o centro de muitas coisas que acontecem. Mas gosto mais pelo jeito brincalhão e positivo que sempre demonstra, mesmo quando chora por dentro. ​




    15. Deixe um conselho para nós leitores, ou futuros escritores.


Os livros são uma forma incrível de comunicação e aprendizado. Através deles, você tem diversas oportunidades. Você imagina o mundo e os personagens que a história descreve segundo a própria imaginação, você aprende novas palavras, aprende a construir frases, desenvolve a rapidez na leitura, conhece lugares imaginários, mas também reais, viaja pelo mundo, nosso ou de outro universo, aprende pela moral da história a diferença entre o certo e o errado, o amor e o ódio, o medo e a coragem. Ler é uma experiência única que deveria ser exercitada por todos. Não há lado negativo nessa prática. E se ainda não se convenceu, a leitura deixa seu vocabulário enriquecido, faz com que você tenha assunto, desenvolve sua fala, aumenta seu conhecimento e facilita a conquista de amizades ou da pessoa que deseja paquerar ;) 


16. Obrigada, pela entrevista, saiba que amo você e tenho certeza que todos irão gostar demais de Fugitivos. Muito sucesso ❤ .

Eu quem agradeço Kah. Não sei o que seria de Fugitivos sem fãs como você. Não tenho sequer como retribuir tanto carinho e atenção, sem mencionar a fidelidade com uma obra que sequer tiveram a oportunidade de ler. Acredite, sou muito sortudo por ter conhecido pessoas como você.​
 
​:)














 O autor convida você para o lançamento de Fugitivos.












Redes sociais do livro:
Twitter: @fugitivoslivro
Site: Fugitivos 






Create a dream.







Beijos da Kah.