30 de setembro de 2015

Primeiro Capítulo — O Herdeiro de Eddon - M. P. Telles

Hello, tudo bom?

 Foi disponibilizado para o blog o primeiro capítulo de O Herdeiro de Eddon - Reino Das Sombras (vol 1). Um novo mundo que foi criado pelo autor Marcos Paulo Telles. Cheio de suspense e aventura.




Sinopse: “O embrulho chegou meio surrado na casa número treze da rua das Gamélias. Era uma manhã cinzenta de domingo e alguma coisa estranha pairava no ar. Hugo Tomas estava completando seus quinze anos, e de tudo  que ele esperava receber na manhã de seu aniversário, nada se parecia com o que havia dentro daquele embrulho sem remetente. Mal sabia ele que aquele estranho embrulho trouxera junto com ele uma força obscura, que poderia mudar o rumo do mundo dos humanos e daqueles que ele ainda não havia conhecido. ”

  Só com a sinopse já da pra ficar com uma curiosidade forte. Vou contar um pouco sobre o que li. Como a primeira impressão é a que fica, já sei que o livro será super bom.

  O começo do livro já começa com um suspense que eles deixam no ar, aqueles que lhe forçam a ler mais e mais. O jeito que o autor descreve a rua das Gamélias, o que está acontecendo e faz você se sentir lá no lugar, como se estivesse sentado na grama vendo toda a cena com um óculos 3D.

“mas quando tudo é muito normal podemos desconfiar de algo anormal aconteça. ”

  As frases boas, a história que começa e a criatividade que ele teve ao criar um mundo novo. Como sou apaixonada por ficção, fiquei animada ao saber que vou entrar em uma nova aventura esse ano.


  Vocês também querem saber o que estava dentro do embrulho? Então, comprem O Herdeiro de Eddon.

O E-book será lançado dia 02 de Outubro.




Redes sociais do livro: Facebook | Instagram 








Create a dream






Beijos da Kah.

24 de setembro de 2015

Entrevista: Carlos Barros


Essa semana está sendo muito especial pra mim, primeiro livro que conheço o autor e espero o lançamento do livro. Muitas expectativas para amanhã, então, consegui uma entrevista com o querido autor Carlos Barros ~ouvi gritos?~ . 

Saiu do forninho agora... 


Carlos Barros






    1. Seja bem vindo ao blog, Carlos. Obrigada por aceitar a entrevista. Confesso que fiquei muito feliz quando aceitou. Se apresente aos leitores, falando um pouco sobre você.


Cresci em Belo Horizonte e quando terminei o Ensino Complementar, impulsionado pela vontade de conhecer novos lugares, fui para Lisboa, Portugal. Passei a trabalhar durante o dia e estudar à noite, na faculdade, onde escrevi pequenos contos de ficção, narrativas sobre obras de arte e artigos para o jornal acadêmico. No período de quase cinco anos, fiz praticamente de tudo para conseguir pagar meus livros e sobreviver. Desde redações pagas por meus colegas de sala, passando por porteiro de restaurante popular, monitor colegial, garçom, até vendedor ambulante e desenvolvedor de sistemas de informática. Foi nessa última profissão que consegui um sustento maior. E foi ela que me proporcionou conhecer quase todo o país e criar histórias de todos os gêneros. Quando retornei ao Brasil, resolvi colocar no papel uma delas, Fugitivos. 




    2. Quais seus gostos literários? Seus livros, sagas preferidas.

Gosto de quase todos os gêneros literários. O que considero importante é a qualidade da história, se ela prende o leitor, se é inteligente ou pelo menos interessante. Por exemplo, gosto de Maze Runner, Star Wars, Percy Jackson, Senhor dos Anéis, entre muitas outras.





    3. Algum escritor que seja sua inspiração?


Não tenho um autor favorito. Não existe unanimidade na qualidade das obras de nenhum autor. Prefiro me concentrar nas histórias. A primeira que me transmitiu um diferencial, que me transportou realmente para um mundo com o qual me identificava, foi As Aventuras de Tom Sawyer, de Mark Twain. É a representação total da juventude atrevida e inocente. Ainda hoje, sinto o gosto da rebeldia dos personagens. E se posso dizer que sofri alguma influência, seria dessa obra, mas não do autor. 



    4. Você acompanha alguma série de tv?

Várias rssssss. Bones, Castle, Walking Dead, Arrow, Flash, Demolidor, Vampire Diaries, Modern Family, Gotham, Big Bang Theory, Sleepy Hollow, entre mais algumas. E não, não tenho tempo de ver todas, vou acumulando e vendo conforme consigo tempo. rsss​



    5. Quando resolveu escrever? Qual foi a primeira pessoa a ler seu livro? Quando decidiu publicá-lo?


Ainda criança, lá pelos seis anos, quando comecei a folhear gibis e aprender as primeiras palavras.  De alguma forma, queria completar as aventuras que lia. No início, pensei em desenhar, mas como não possuía esse dom, passei para a escrita. Criei algumas histórias de ficção-científica e outras de aventuras fantásticas, mas nada que prestasse. Ano passado, devido a uma epifania, resolvi que era hora de encarar a escrita como algo sério. A história de Fugitivos era a mais simples de escrever, por isso optei  por ela.
​ 

A primeira pessoa que leu Fugitivos, foi minha esposa, Cláudia. Decidi publicar assim que terminei rssss​.



  6. Trabalha apenas como escritor , ou tem outra profissão?


Não, trabalho em uma grande empresa de Belo Horizonte, com análise de informações. Nenhuma relação com escrita :)​



    7. Você fica nervoso ao pensar em alguém lendo seu livro?


Nervoso, não. Mas fico agradecido. Acho que é uma honra qualquer pessoa ler algo que escrevi. É o resultado que qualquer escritor espera alcançar.  ​




    8. Qual sua frase de Fugitivos preferida?


Não é uma frase, mas uma pergunta: o que é preciso para ser feliz? Se responder,você tem o segredo da vida.​




    9. Como surgiu a história de Fugitivos? Alguém foi sua inspiração?


Eu queria escrever algo em que jovens fossem o tema central. Não queria nenhuma aventura distópica, mas algo mais real, mas voltado para o que vivemos. Nossas vidas são tão cheias de situações que nem precisamos inventar novos mundos ou criaturas. Assim, aos poucos, foi nascendo o enredo e os personagens.




    10.  Quando estava escrevendo Fugitivos, você ia nos lugares para analisar os detalhes para poder descrevê-los no livro?


​Sim, em quase todos. Os que não conhecia ou não puder conhecer, usei o Street View do Google.​




    11. Tem algum personagem de Fugitivos que tem as características de algum conhecido seu? Quem?


Dois personagens tem o físico semelhante a conhecidos meus. Jonas e Fábio.​




    12. Como se sente ao ter o lançamento tão próximo?


​Muito ansioso rsssss. É muito bom você segurar o trabalho de um ano nas mãos e se orgulhar.



    13. Já tem outra história em mente? Se sim, pode nos dar um spoiler?


Tenho, sim. Mas não posso adiantar nada. A não ser que não tem nada relacionado ao gênero de Fugitivos.


    14. Tem algum personagem favorito (de Fugitivos)? Nos conte sobre ele.


​Jonas é meu personagem favorito. De certa forma, ele acaba sendo o centro de muitas coisas que acontecem. Mas gosto mais pelo jeito brincalhão e positivo que sempre demonstra, mesmo quando chora por dentro. ​




    15. Deixe um conselho para nós leitores, ou futuros escritores.


Os livros são uma forma incrível de comunicação e aprendizado. Através deles, você tem diversas oportunidades. Você imagina o mundo e os personagens que a história descreve segundo a própria imaginação, você aprende novas palavras, aprende a construir frases, desenvolve a rapidez na leitura, conhece lugares imaginários, mas também reais, viaja pelo mundo, nosso ou de outro universo, aprende pela moral da história a diferença entre o certo e o errado, o amor e o ódio, o medo e a coragem. Ler é uma experiência única que deveria ser exercitada por todos. Não há lado negativo nessa prática. E se ainda não se convenceu, a leitura deixa seu vocabulário enriquecido, faz com que você tenha assunto, desenvolve sua fala, aumenta seu conhecimento e facilita a conquista de amizades ou da pessoa que deseja paquerar ;) 


16. Obrigada, pela entrevista, saiba que amo você e tenho certeza que todos irão gostar demais de Fugitivos. Muito sucesso ❤ .

Eu quem agradeço Kah. Não sei o que seria de Fugitivos sem fãs como você. Não tenho sequer como retribuir tanto carinho e atenção, sem mencionar a fidelidade com uma obra que sequer tiveram a oportunidade de ler. Acredite, sou muito sortudo por ter conhecido pessoas como você.​
 
​:)














 O autor convida você para o lançamento de Fugitivos.












Redes sociais do livro:
Twitter: @fugitivoslivro
Site: Fugitivos 






Create a dream.







Beijos da Kah.


Primeira impressão - Fugitivos, Carlos Barros

 Adivinhem... Tenho um novo livro na minha lista de livros favoritos. Fugitivos virou favorito apenas com 7 capítulos.

"Como assim só 7 capítulos, Kah?" eu e outros blogs entramos na missão da Maratona de Divulgação, nos foi disponibilizado os 7 para lermos e fazer a primeira impressão. Eu amei.


Editora: Giostri.
Lançamento: 25/09/15
Autor: Carlos Barros
Sinopse: De onde vem a amizade? O que é necessário para se ter uma vida melhor? Caio, um carioca de 15 anos, perdeu os pais em uma tragédia e foi morar com a avó em Belo Horizonte. Traumatizado pelo incidente que vitimou sua família, ele não tem mais desejo de retomar sua vida. Até que conhece Fernanda, uma menina de 15 anos, que protege o irmão Jonas, de 11 anos, do temperamento violento do pai. Ao mesmo tempo, Caio fica amigo de Gabriel, um rapaz de 17 anos, e Bianca, a irmã de 5 anos. Os dois perderam a mãe, por ela ser viciada e ter sofrido uma overdose, e o pai está preso. Ficam sob a tutela da Justiça e do irmão mais velho, de 20 anos, que apoia o pai em planos escusos para melhorarem de vida. Em Fugitivos, acompanhamos o amor nascer entre Caio e Fernanda, sentimento que será o catalisador de uma briga que colocará em risco a segurança dos dois, e a força da amizade que surge entre os cinco jovens, de forma tão intensa que o drama de cada um deixa de ser individual e passa a ser de todos. No momento em que suas histórias se misturam, eles precisam fugir para salvarem suas vidas. Nessa corrida emocionante, que atravessa os estados de Minas Gerais, Bahia, Alagoas e Pernambuco, mais de dois mil quilômetros, iremos descobrir seus sonhos, seus medos, suas tristezas e suas alegrias, tudo envolto por muito suspense, perigo, romance e reviravoltas surpreendentes.



23 de setembro de 2015

Trailer do 3° episódio de Scream Queens + minha reação ao assistir a série


Criado por: Ryan Murphy, Brad Falchuk, Ian Brennan (2015)
Gênero: Comédia, Terror
País: EUA
Atores: Emma Roberts, Jamie Lee Curtis, Skyler Samuels, mais ...
Status: Em produção
Duração: 42 minutos


Sinopse: Antologia de comédia e terror que se inicia em uma faculdade dos Estados Unidos, onde uma série de assassinatos começa a acontecer de forma misteriosa.

13 de setembro de 2015

Happy Birthday,Niall Horan


Niall James Horan, 13 de Setembro de 1993 

Não dá pra negar que sou Directioner (fã de One Direction) e apaixonada por cada um deles, mas meu amor master da banda é: Niall James Horan. Como hoje é seu aniversário, não podia deixar em branco por aqui e decidi fazer uma pequena homenagem.