29 de dezembro de 2015

Playlist sobre aniversário

 Montei uma mini playlist com músicas que falam de aniversário ou que teve intenção de falar sobre a data como amo aniversário e música, juntei o útil ao agradável.


Birthday - Katy Perry



27 de dezembro de 2015

Coisas e momentos que me fizeram feliz em 2015

Quando chega final de ano, as pessoas sempre optam em lembrar as coisas tristes que aconteceram, mas, como gosto de ser diferente, escolhi lembrar as coisas felizes que teve em 2015.

A primeira coisinha que aconteceu e eu amei foi: cair na sala com as mesmas pessoas do ano passado. Você que estuda sabe a tristeza que é estudar um ano com pessoas ma-ra-vi-lho-sas e no outro cair em uma sala com outras pessoas.



❤ ❤ ❤

Fiquem sabendo que tenho um amor enorme por cachorros e esse ano fiquei mega feliz quando ganhei uma. Não sei a raça dela (que vergonha para uma futura veterinária), mas, é super agitada, fofa e barulhenta. Trouxe mais alegria pra casa.

Ano passado, minha Minnie morreu e fiquei muito triste (falei um pouco dela aqui).
           
❤ ❤ ❤

Estava acompanhando alguns blogs e ficava imaginando como devia ser ter um cantinho só meu, foi em um desses momentos que decidi criar o Cupcakeland - se você tá se perguntando de onde tirei esse nome difícil e estranho(pra você), vou explicar - escolhi esse nome porque queria ser diferente, e a primeira coisa que veio na mente foi a brincadeira que eu tenho com uma amiga, ela diz que moro na Potatoland e eu digo que ela mora no cupcakeland. Não gostei da ideia de colocar o nome de Potatoland, então, ficou esse e digo pra vocês “amo esse nome”.

Além da conquista de conseguir criar o blog:
— Conheci alguns blogueiros aqui de Manaus (Lucas do Chuva de Livros, One do One Books e a Jéssica do Lendo, Relendo, Encantando);
— Ganhei um banner muito fofo da Bella;
— Consegui seguidores tanto no Instagram como no Blog;
— Conquistei parceria de autores (Marcos, Sarah, Erika, Marina, Cláudio, Lucas, Carolina e Giordano) e leitores (Ana, Beatriz, Daiane, Gabi);
— Fiz um sorteio com sucesso;
— Novos amigos blogueiros e autores hahahh.

 Isso pra mim já é muita coisa. Tudo foi muito difícil e cada conquista merece uma rodada de café (amo café) .



❤ ❤ ❤

Eu sempre quis ganhar um pôster de filme quando eu fosse assistir. Uma vez comprei o ingresso pro filme do One Direction em Julho e o filme só ia ser em Outubro, comprei mega adiantado com expectativa de ganhar alguma coisa e no fim não ganhei nada ~triste~. E nesse ano adivinhem só! EU GANHEI UM PÔSTER, não só um, mas, TRÊS de Cidades de Papel. Amei a adaptação que fizeram.

 Como os primeiros filmes de Jogos Vorazes eu não fui assistir no cinema, prometi que esse ano eu ia, E EU FUI, revi minha melhor amiga que fazia tempo que não nos víamos, choramos com o romance de Peeta e Katniss e ainda conheci um amigo virtual. Tem coisa mais amor? Não tem. (Infelizmente não ganhei pôster)


❤ ❤ ❤

Comecei esse ano a trocar cartinhas com minha amiga da escola, e como sempre gostei de escrever e amei a ideia de cartas, fui procurar um Projeto de troca de cartas e me indicaram o Correio Criativo (ainda irei falar dele aqui). Fiz amizade nova e até um maridinho :3 .
Hoje as pessoas gostam muito de correio eletrônico, mas, vocês não sabem como é bom e divertido escrever cartas pra alguém e colocar todo o amor, mandar mimos, comprar papéis e coisinhas fofas. E ainda receber coisas hiper fofas de pessoas mega fofas amei e pretendo entrar em mais projetos ano que vem.


 ❤ ❤ ❤

No começo do ano, disse pra minha irmã que iria aprender a cantar Nina do Ed Sheeran e ia cantar pra ela no final do ano. Meta fail. Sorry. essa é uma coisinha que vai pra meta de 2016.

E o que fez você feliz esse ano? Compartilhe com a gente nos comentários as experiências e coisas novas que fez.












Create a dream.









Beijos da Kah .

22 de dezembro de 2015

Para Minnie ❤

Hoje, 22 de dezembro, completa um ano que minha Minnie se foi. A causa não se sabe de verdade, talvez tenha sido culpa dos que a amavam ou da veterinária, ninguém sabe.

Minnie estava comigo havia uns 7 anos, não lembro muito bem, mas, ela chegou em um momento turbulento, triste e trouxe a luz para aquela casa triste. Ela era pinscher com poodle, a coisa mais fofa que já tinha visto e meu novo amor. Minnie nunca engravidou, não deixamos. Preferiamos que ela ficasse "brincando" com nossas pernas (eca) e com os ursinhos. 

Minnie sobreviveu a veneno de rato, a dias com fome, a esfregadas na cara (da minha mãe quando ela fazia xixi aonde não podia :c).

No meio de 2013 nós se mudamos para outra casa e adivinha quem veio com a gente? A Minnie. Logo no primeiro dia de mudança, acordei com minha mãe gritando, procurando por ela. Nesse momento a imaginei correndo na rua, perdida e um grande caminhão atropelando ela. Acharam ela cheirando o quintal do vizinho. 

No final de 2014, a Minnie engravidou. Foi tudo muito rápido. A veterinária disse que era uma gravidez de risco porque era pequena e já estava velhinha. Minnie passou muitas horas em trabalho de parto, sem conseguir colocar os cachorrinhos pra fora. Levaram ela a noite para o hospital e os cachorrinhos já estavam mortos. 

Minnie sobreviveu só 3 dias depois de uma cirurgia mal feita e sem acompamento, por uma veterinária irresponsável e sem coração, que só ligava para seu bolso e nada mais. 

Ela não balançou mais o rabinho depois da cirurgia, estava com o olhar triste e nem quando me via se alegrava. Foi uma morte lenta e muito dolorosa. Um dia antes de ela morrer, fiquei do lado dela, chorando. Vi minha cachorrinha gemendo de dor sem poder fazer nada, nenhum dinheiro tinha poder naquela hora. Minha mãe não deixou eu vê-la morta, disse que era melhor eu ficar com os momentos bons.

Minha pequena Minnie era a cachorrinha mais fofa do mundo, mais educada e carinhosa. Ela não mordia, não era barulhenta, dava muito carinho e quando você dizia “com licença ” ela até saia da frente. Sem mentira. Amava cada um da família (menos um primo meu), adorava carinho na barriga, amava comer sorvete e chocolate, odiava gente bêbada. 

Confesso que não lembro muito, foram 7 anos, mas, com 1 ano esqueci um pouco do jeitinho dela. Passou rápido demais e ainda me pego sentindo falta dela. 

Não sei se percebeu com certeza percebeu eu sou muito sentimental com cachorrinhos, ainda mais quando é meu. Não pude deixar de lembrar e fazer um textão para ela (amo Minnie e textão).

Obs: ganhei uma cadelinha esse ano, ela é ao contrario da Minnie haha. É grande, barulhenta, não é muito fofa, mas é meu amorzão. 





Create a dream



Beijos da Kah

16 de dezembro de 2015

O Herdeiro de Eddon, de M.P.Telles

Yay, cupcakes. Tudo doce?
Hoje, a resenha vai ser sobre o primeiro livro do primeiro parceiro do blog rs, M.P.Telles Já teve a resenha de primeiras impressões, aqui e uma entrevista com ele, aqui.

     O Herdeiro de Eddon é um ficção, escrita pelo autor Marcos Paulo Telles, o primeiro livro da saga Reino das Sombras por enquanto o livro é em e-book, mas ano que vem vira físico. ~olhos brilhando~



Sinopse: Desde o final de Dezembro algo fora do comum se alastra em todos os cantos na cidade de Pompilha. Pessoas estranhas entrando e saindo de lugares suspeitos, sem contar com as grossas nuvens cinzas que circulam a cidade e que não são comuns aquela época do ano. Há uma movimentação ainda mais curiosa na longa Rua das Gamélias, pode parecer loucura, mas Dona Leona jurou ver dois cachorros grandes e magricelas "conversando" enquanto caminhavam lentamente em direção ao beco escuro no final da rua. Hugo Tomas se jogou entediado em sua velha e apertada cama como sempre fazia. Era sábado a noite e ele só queria que aquele dia acabasse logo, talvez na manhã seguinte nada acontecesse de muito interessante além de ser o seu aniversário de quinze anos. Mal sabia ele que enquanto ele dormia algo obscuro se aproximava e transformaria a sua vida monótona e cheias de perguntas, em uma jornada perigosa ao desconhecido.

14 de dezembro de 2015

Resenha: Diário de uma bicicleta, de Fabrício Mauricio

Oi  oi gente, hoje vocês irão descobrir qual foi a minha opinião de livro Diário de Uma Bicicleta e irá também poder conferir sobre do que se trata com minha humilde resenha (Morro de medo de dar spoiler, então falarei do mais básico só pra deixar vocês curiosos (pra comprarem o livro) ~ risada maléfica ~.


Título: Diário de Uma Bicicleta
Nome do Autor: Fabrício Maurício
Publicado por: Editora Pandorga
Lugar e ano da publicação: São Paulo/ 2014
Número de páginas: 300