29 de abril de 2017

Essential Book: Abril


Ano passado foi criado o projeto Essential Book pela blogueira Larissa Escuer (se quiser saber do que se trata o projeto, acesse aqui) e, esse ano, decidi participar. 


Como cada mês nos é dado um tema, sendo o de Abril Renascimento = esperança, ou seja, a essência da esperança. E, coincidentemente (coincidência por causa do filme lançado dia 6) o que escolhi foi A Cabana - William P. Young.

A Cabana, além de ser o primeiro livro que li e me fez entrar nesse mundo da leitura, foi o primeiro que me edificou e que trago até hoje ensinamentos dele. Na época que o li, mesmo ainda entrando na adolescência, estava em um momento difícil e eu não sabia para qual caminho ir. Na minha mente ninguém se importava.





Então, a dúvida e aquele sentimento de solidão me acompanharam nesse momento, eu não sabia em que acreditar e tinha uma enorme interrogação (?) na mente. Não sabia para que lado ir. Não sabia se me afundava de vez naquele mar de dúvidas e solidão, ou se eu procuraria uma solução. Nesse exato momento comecei essa leitura, sem nenhuma expectativa.


Foi então que, ao decorrer da leitura, eu aprendi alguns ensinamentos que trago até hoje. O que me fez renascer foi o encontro de Mack com o Papai naquela cabana onde eles conversavam pessoalmente. Mesmo com Mack não tendo uma fé inabalável, Papai (que tinha a aparência de uma mulher) sempre o ouvia e dava amor verdadeiro. Sempre. 
  

Tem uma parte do livro que Papai fala algo como "Eu sei de todas as coisas sobre a sua vida, mas preciso ouvir da sua boca". Isso é o relacionamento com Deus, que também aprendi através do livro. Não importa o que esteja incomodando você, basta contar a Ele, que precisa ouvir suas necessidades da sua própria boca. Um relacionamento não existe sem conversa. Então logo soube quem poderia me ouvir, quem se importava realmente comigo e solucionaria os meus mais terríveis problemas do melhor jeito. 
                   


E com isso aprendi a ter , que acompanhada dela vem a esperança. Esperança do próximo dia ser melhor, esperança de começar a dar certo, esperança de um futuro bom. Começar a acreditar naquilo que tanto almeja, acreditar que amanhã será melhor e mesmo que aos nossos olhos esteja tudo ruim, ter fé na providência e cuidado dEle.

E exatamente essas coisas que A Cabana me trouxe, me fez conhecer melhor um Deus que eu já conhecia, só tinha esquecido por um tempo. E isso me fez melhorar e seguir em frente. Não digo que as vezes não seja difícil, só que agora sei em quem confiar.



O indico a vocês, não posso dizer que terá o mesmo efeito que teve em mim, mas com certeza aprenderão algo. 

Sou grata a Deus pela leitura desse livro fantástico.


 Confira os blogs das outras participantes: 


Create a dream.

20 de abril de 2017

Lacrymosa, de Juliana Daglio


SINOPSE:  O nome dela não é Valery Green. Também não nasceu no Kansas, e sua família toda não morreu num acidente de carro onde ela foi a única sobrevivente. Nascida num mundo de trevas e segredos apocalípticos, a garota feita de mentiras luta dia após dia para ter uma vida longe de sua verdadeira identidade e de seu dom misterioso, o qual ela julga como uma maldição.  Por cinco anos, ela conseguiu. Escondida na pacata Darkville, tornou-se uma respeitada Detetive, conhecida por sua frieza e eficácia no trabalho. Seu companheiro Axel parece ter orgulho de trabalharem juntos, até ficar frente a frente ao que encontraram na busca daquela noite - um demônio dentro de uma garotinha.  Para ajudar a pequena Anastacia, Valery terá que colocar em risco o trabalho na polícia e seu relacionamento com Axel, recorrendo à ajuda do Padre Henry Chastain, um velho conhecido. Desenterrando um passado cheio de exorcismos, perseguições e batalhas contra demônios, esse reencontro não promete ser feito de abraços e boas-vindas. Chas, como ela o chama,   é conhecido como o maior Exorcista vivo - a Espada de Sal do Vaticano, e é sua única esperança de lutar contra o novo inimigo, mas também representa o ponto fraco de si mesma e o acesso a um passado doloroso que pode despertar seus próprios demônios interiores.   

(A arte da capa e a sinopse são provisórias.)