Nunca olhe para dentro, de Amanda Ághata Costa

4 de dezembro de 2017

SinopseNem sempre a vida é colorida como um quadro ou suave como uma pincelada, às vezes é o contrário de tudo isso. Depois de perder os pais em um acidente de carro aos oito anos, a única coisa que Betina precisa fazer é encontrar o responsável por ter destruído sua família na noite que daria início à sua próspera carreira como pintora. Agora, longe dos pincéis e das paletas, ela está focada em terminar a primeira graduação e procurar na justiça um pouco de consolo para o caos que o seu passado ainda traz. Ao lado de seus amigos e sob o teto de uma tia que a detesta, ela perceberá de que cores as pessoas são feitas, e do quanto é realmente necessário olhar para dentro de tudo aquilo que a assombra, mesmo que para isso precise passar por uma inesperada decepção.

Betina sempre teve intimidade com as cores e pinturas, essa sempre foi sua paixão. Seu talento foi explorado e incentivado por seus pais, que nunca deixaram esse dom escondido. Infelizmente, Betina perdeu os pais em um acidente de carro, quando ainda tinha oito anos e ela foi a única sobrevivente. 

Além de perdê-los, ela também perdeu a liberdade de pintar, sair e até mesmo ter amigos a partir do momento que a guarda foi dada a tia Cecília, que sempre teve prazer em agredir a sobrinha fisicamente e psicologicamente. Isso faz ela crescer sendo uma pessoa cheia de restrições e medos, mas mesmo diante de tal situação ela tem dois melhores amigos que dão alegria para os seus dias.

Paola e Caio, seus amigos de longa data, conhecem toda a confusão que acontecem na casa da Betina e, apesar de serem a favor da denuncia, respeitam a vontade da amiga que é: não levar o caso à delegacia. Por mais que eles sejam fieis a amiga, o relacionamento deles não me passou verdade e ao decorrer da leitura não é algo cativante, é meio superficial. Além disso, também tem a investigação, onde ela tenta descobrir quem estava no carro que causou a morte dos seus pais. Em algumas partes da leitura achei a investigação dela em vão e vazia, sendo que durante anos não descobriu nada de significativo, chegando sempre a conclusões previsíveis que manteram ela estagnada, não somente no caso como também na vida durante anos. Por mais que a autora tenha incluído isso na história como uma espécie de fase do luto, achei que não foi tão aprofundada como deveria ser. 

O personagem que mais teve personalidade e passou emoções foi o doutor Nicolas, que a Betina conheceu no estágio da faculdade de psicologia. Ele perdeu a mãe quando ainda era jovem, e as partes que ele explica sobre essa perda é bastante real e emocionante, foi o personagem mais cativante da história.

Não nego que o romance seja cheio de boas intenções, abordando assuntos que estão presentes na sociedade, e reconheço o esforço da autora, mas no meu ponto de vista ela levantou muitas bandeiras e acabou não aprofundando as personalidades dos personagens, mesmo que eles tenham passado por situações pesadas não consegui criar laços com eles, e isso impede a história de ser tocante, emocionante e impactante. 

Apesar disso, a escrita da autora é fluída e rápida, possibilitando uma leitura confortável. Nós conseguimos ter um pouco de conhecimento sobre a existência desses casos e o prestígio da denúncia, amizade e companheirismo.  

Outra coisa que me agradou foi a reflexão que a história traz sobre a importância de olharmos para o nosso interior, não ignorar nossas lembranças. Isso lembrou uma parte da animação "Divertidamente" onde eles mostram que sentir tristeza não é um problema se sentida da maneira certa para o nosso crescimento pessoal.



• Se desejar, pode adquirir o ebook Amazon , ele sempre está com um precinho acessível e as vezes tá até gratuito ❤
• Disponível na biblioteca virtual do Skoob

24 comentários:

  1. Tenho a Amanda no facebook e sempre fico com muita vontade de ler suas obras. Porém, mesmo tendo esse e-book, ainda não consegui um tempo para lê-lo e admito que desconhecia boa parte da história e do tema. Fiquei bastante ansiosa para ler logo, mas também fiquei com um pouco de receio por causa das suas observações. Espero ler logo e tirar uma conclusão dessa história.

    www.sonhandoatravesdepalavras.com.br

    ResponderExcluir
  2. Nossa que livro intenso! Me pareceu ser uma obra cheia de reflexão sobre a vida, as pessoas, suas atitudes...fiquei realmente muito curiosa com o enredo e com pena da protagonista.Uma pena a autora ter deixado uns furos, pelo que parece tinha tudo para ser excelente.

    Blog: http://naturezaliteraria.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Ahhh, que legal ver uma resenha deste livro por aqui! Eu li a obra há pouco tempo e gostei muito, achei que a autora trabalhou temas bem importantes de formas incríveis. Adorei tua resenha, é uma pena que não tenha gostado por completo da obra.

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  4. Olá td bom?

    Não li ainda mas sem dúvidas é uma ótima leitura pois trata de algo que acontece em lares adotivos ou familiares. Como você falou ver o desenrolar da estória, e seus personagens. Adorei a resenha, bjos.

    ResponderExcluir
  5. Oiie
    Deve ser um livro bem tocante, fiquei bem intrigada. Que pena saber que os personagens não tiveram uma profundidade grande, isso impede a leitura de ser emocionante mesmo. Mas acho que deve ser uma leitura em tanto e que eu possa gostar, já adicionei aqui.
    Bjos, Bya! 💋

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bom? ❤
    Primeiro a gente fala: QUE HINO DE CAPA, depois comenta! Bom, eu já conhecia esse livro, mas ainda não li :( Preciso logo conhecer a escrita desta autora, muita gente fala super bem, e sobre você apontar divertidamente na resenha já me ganhou, é um dos meus filmes favoritos de animação, mas não só isso, a obra em si pretende ser bem tocante! Curti, curti e já quero ler logo <3

    Abraços,
    www.cluaz.tk

    ResponderExcluir
  7. Olá! Que pena que a história deixa furos, e a autora não conseguiu aprofundar bem as coisas. As vezes a gente até se empolga com a premissa da sinopse, mas quando lê, se decepciona, né?

    Um beijo, Pri :*

    Por Amor aos Livros

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    O luto sempre um tema muito complexo. Poucas vezes vemos um aprofundamento, o que é um pouco frustrante.
    Divertidamente é uma das animações mas bem feitas dos últimos tempos.
    Beijos,
    http://gatitaecia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Que pena que a história não se aprofunda nos temas, porque esse é um ponto que sempre me incomoda nas leituras, ainda mais quando se tratam de temas de tanta importância assim.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  11. Os temas abordados são legais, mas é uma pena a autora não ter conseguido dar profundidade aos personagens. Eu, particularmente, gosto de história com personagens bem desenvolvidos. Mas acho que tudo é aprendizagem. Num próximo livro a Amanda trabalhe melhor os personagens. Desejo sucesso para autora!

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oiii

    Uma pena quando o autor decide falar sobre tudo e levantar todas as bandeiras e acaba se perdendo e perdendo também o potencial que poderiam ter seus personagens. Essa é uma das resenhas mais honestas que li sobre esse livro, e te agradeço por isso, porque o legal é lermos algo com os pés no chão sabendo que haverá falhas e não esperar por uma orba que todo mundo super elogiou e ai a gente lê e não consegue entender o que há de errado... Adorei a resenha e a forma como vc abordou os pontos bons e as falhas.

    Beijokas

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  13. Oi, Karol, tudo bem? Não conhecia o livro, e isso de a autora não aprofundar os assuntos no desenvolvimento das personagens também seria algo que me incomodaria. Eu gosto muito da tristeza e de sentimentos conflitantes, pois eles têm muita relação comigo, e gosto de vê-los sendo abordados na literatura para mostrar que a ficção não precisa ser feliz, ou ter um final feliz. No entanto, quando mal elaborados ou abordados com despreparo me decepciona muito, pois não retrata a realidade como ela é. Gostei muito da premissa do livro, acho importante essas abordagens, mas não sei se leria.
    Ótima resenha, adorei! :)

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bem?
    Eu já vi algumas resenhas sobre esse livro, mas ainda não senti curiosidade de ler justamente porque algumas delas mencionaram essa dificuldade que você teve de se conectar com os personagens. Para mim, o que mais pesa em uma leitura é como os personagens são desenvolvidos e, nesse caso, parece que a autora falhou na construção deles.
    Além disso, achei interessante os temas que a autora levantou no livro, mas também me incomodaria por ela não ter se aprofundado nessas questões.
    De qualquer forma, adorei sua resenha e a sinceridade com que falou da obra. E fico feliz que, pelo menos, tenha sido uma leitura fluida.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Bom dia!
    Poxa, que pena saber que apesar dos temas importantes, os personagens não foram bem desenvolvidos dentro desse contexto. É uma droga quando acontece isso. Mas, apesar disso, fiquei curiosa para conhecer o livro. Gostei da trama, então vamos ver.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Já tinha visto resenhas dessa história e em algumas trouxeram o mesmo ponto sobre a falta de conexão com os personagens ou o fato do autor não conseguir trabalha-los de forma que o leitor ficasse preso.
    A premissa é boa, mas acho que não leria, pelo menos não nesse momento.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  17. Estou louca para ler esse livro. Pr mais que a autora não tenha se aprofundado muito nos personagens, acredito que as bandeiras levantadas, como você falou, já vale a leitura!

    Bjs
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Olá
    Fiz as primeiras impressões desse livro e fiquei co muitas perguntas no ar, mais ainda não consegui ler, tenho na minha biblioteca e ja está separado para uma leitura próxima, para poder descobrir respostas, vi muitas resenhas negativas sobre esse livro, mas temos que ler para ter uma opinião neh?
    Bjus
    Jis Rocha
    Blog Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  19. Oi!
    Eu li comentários bem positivos sobre esse livro. Foi uma pena que a autora não soube aprofundar a personalidade dos personagens... Talvez o livro poderia ser melhor ainda. Mesmo assim, não descarto a possibilidade de ler e tirar minhas próprias conclusões.
    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Eu tenho curiosidade para ler outras obras da autora, mas esse livro eu não me interessei em realizar a leitura. Achei bacana poder ver a tua opinião sobre ele e até mesmo saber mais sobre a trama, mas continuo sem me interessar pela leitura.

    ResponderExcluir
  21. Oi, tudo bem?
    Eu já vi esse livro por ai, mas nunca tinha lido uma resenha sobre ele, por isso fiquei animada com seu post. Bom, com o decorrer da resenha confesso que desanimei um pouquinho por conta dos pontos negativos, É uma pena que a autora não tenha conseguido desenvolver melhor a personalidade dos personagens e nem os relacionamentos entre eles.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  22. Olá,
    Gosto de livros que tratam bastante sobre amizade, isso torna a história bem emocionante.
    Também achei interessante envolver arte no enredo.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  23. Olá!
    Eu fiz as primeiras impressões dessa obra e fiquei extremamente apaixonada, mas ainda não tive tempo de continuar a leitura por causa de toda correria de fim de ano. Eu amei a relação da Betina com as cores, sou apaixonada pela escrita da Amanda e tenho certeza que ela arrasou com mais esse livro.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  24. Oii, tudo bem?
    Ainda não li nenhum livro dessa autora, mas ouço muita gente falando muito bem. Eu gostei bastante da premissa dele na resenha, mas por enquanto não estou podendo adicionar mais livros na minha lista, está sobrecarregada kkk.

    ResponderExcluir