Memórias nº 2 - redes sociais, saúde mental e frango catupiry

11 de novembro de 2018
Estou usando um celular provisório há uma semana porque meu celular parou de funcionar há duas fucking semanas. E, no período entre ficar sem celular e conseguir um temporário, eu percebi que estava viciada - abrir, fechar, abrir de novo, atualizar etc - nas redes sociais. A gente meio que faz isso no automático durante horas. 

E parar com essa mania de um jeito tão forçado foi desconfortável porque, claro, eu sabia que antes eu passava muito tempo no celular mas sempre dizia que tinha o controle da situação e que poderia ficar sem celular tranquilamente. O que era uma total mentira porque eu quase tive um troço quando percebi que meu celular não ia mesmo voltar a funcionar e que consertá-lo não valeria a pena. 

Então eu percebi em como eu não estava administrando meu tempo de uma forma saudável, e que acabava procrastinando coisas legais porque achava que não tinha tempo disponível. A verdade é que eu acho que isso acontece com um número considerável de pessoas, e a gente desiste de muita coisa porque acha que o dia é pequeno, mas a verdade é que estamos colocando a nossa total atenção em coisas que não deveriam ter tanta atenção assim.

Agora, com o celular temporário, estou tentando não ficar tanto tempo nas redes sociais e estou dedicando mais tempo em meus pequenos projetos pesssoais. 

Eu ouvi passarinhos cantando de manhã na janela do meu quarto e foi fantástico.

-

Desde quando conheci pizza de frango catupiri eu sou uma pessoa mais feliz nos rolê. Essa semana, então, eu fui ao shopping com meu primo e nosso amigo e, claro, comemos essa pizza. Se vocês ainda não provaram esse sabor, por favor, provem e seja felizes. 

/ séries 

Assisto Chicago Med e Chicago Fire há alguns anos, e são, respectivamente, casos de médicos e bombeiros, além das vidas pessoais dos personagens também Recentemente está passando as novas temporadas de ambas e eu gosto, nesse caso, mais de acompanhar de acordo com os eps lançados do que assistir toda a temporada de uma vez só. 

Vikings está sendo a série que comecei recentemente porque tive várias indicações sobre ela, sempre me diziam que parecia um pouco com got, então, claro, cá estou eu assistindo. Ao contrário de got, onde querem conquistar o trono de ferro, em vikings os nórdicos querem conquistar novas terras através de expedições. Há guerra? Sim. Sangue? Também. Traição? Com certeza. Então faz ser semelhante a got mesmo risos. 

/ Livros 

Terminei a leitura de Belas Adormecidas - Stephen e Owen King. Quero fazer uma resenha para explicar melhor a história das mulheres que adormecem e são cobertas por casulos. 



Período de 04/11 à 10/11

Memórias nº 01 - recomeços

27 de outubro de 2018
Descobri que em sete dias somos capazes de fazer pequenas coisas incríveis. Às vezes a semana passa de maneira arrastada porque nem conseguimos levantar direito da cama, mas, em outras, parece que o sol entra na nossa alma, nos enche de vontade de viver e ficamos inspirados para fazer coisas que nos deixam bem de verdade. 

O "memórias" vai ser um tipo de resumo semanal, e, de uma certa forma, vou acabar indicando livros, filmes/séries, músicas e o que mais eu achar legal. 


Uma carta para os maus momentos

26 de setembro de 2018
Photo by Nicole Mason on Unsplash


Um. Dois. Três. Respira.

Uma carta para quem é diferente

30 de junho de 2018
Foto: Oscar Keys no Unsplash

Querido amigo,

03/12 e 04/12 - bullet journal e mais um recomeço

13 de maio de 2018
Mais uma vez eu tive aqueles momentos de desânimos que me fazem desistir temporariamente de algumas coisas que estão precisando do meu tempo. Me dá um sentimento de cansaço e a sensação de estar falhando na tarefa, então, por isso, acabo deixando a coisa em questão de lado e depois, talvez, eu volto a fazer. 

Tem coisas que eu até estou indo bem, sei que estou indo bem, mas, mesmo assim, o desânimo pesa mais na balança e mais uma vez eu mesma consigo me convencer que não estou indo bem. Confuso? Sim, mas é isso aí.


Na maioria das vezes, quando bate esse desânimo com o blog, eu sempre volto a escrever, por mais que eu saiba que depois posso desanimar de novo. E isso em partes me deixa triste porque existiram - e sei que irão continuar existindo - vezes que eu montei planejamentos para posts, tive várias ideias, estudei  e mesmo assim chegou a hora de estagnar. Mas, essa é mais uma das coisas que estou tentando vencer e criar jeitinhos que façam eu não desanimar com tanta frequência assim.

E, aqui estou eu de volta, tentando ficar de novo.