17 de maio de 2017

Nildrien - o pergaminho, de Manoel Batista

SINOPSE: Em um mundo de fantasia medieval, o despertar de uma poderosa energia em uma caverna milenar e remota faz com que os mais poderosos reinos de Nildrien se mobilizem para conseguir o artefato portador do poder: um antigo pergaminho criado pelo maior de todos os magos, contendo feitiços capazes de afetar o equilíbrio mundial. Sem poder enviar seus mais experientes e poderosos membros, resta às forças de reinos aliados formarem um grupo de jovens aventureiros para enviá-los ao maior desafio de suas vidas: uma aventura entre guerreiros, magos e monstros que dividem um cenário onde o fantástico e a magia se mostram mais presentes do que nunca. Uma jornada que mudará para sempre a vida desses jovens, repleta de drama, ação e humor.

29 de abril de 2017

Essential Book: Abril


Ano passado foi criado o projeto Essential Book pela blogueira Larissa Escuer (se quiser saber do que se trata o projeto, acesse aqui) e, esse ano, decidi participar. 


Como cada mês nos é dado um tema, sendo o de Abril Renascimento = esperança, ou seja, a essência da esperança. E, coincidentemente (coincidência por causa do filme lançado dia 6) o que escolhi foi A Cabana - William P. Young.

A Cabana, além de ser o primeiro livro que li e me fez entrar nesse mundo da leitura, foi o primeiro que me edificou e que trago até hoje ensinamentos dele. Na época que o li, mesmo ainda entrando na adolescência, estava em um momento difícil e eu não sabia para qual caminho ir. Na minha mente ninguém se importava.





Então, a dúvida e aquele sentimento de solidão me acompanharam nesse momento, eu não sabia em que acreditar e tinha uma enorme interrogação (?) na mente. Não sabia para que lado ir. Não sabia se me afundava de vez naquele mar de dúvidas e solidão, ou se eu procuraria uma solução. Nesse exato momento comecei essa leitura, sem nenhuma expectativa.


Foi então que, ao decorrer da leitura, eu aprendi alguns ensinamentos que trago até hoje. O que me fez renascer foi o encontro de Mack com o Papai naquela cabana onde eles conversavam pessoalmente. Mesmo com Mack não tendo uma fé inabalável, Papai (que tinha a aparência de uma mulher) sempre o ouvia e dava amor verdadeiro. Sempre. 
  

Tem uma parte do livro que Papai fala algo como "Eu sei de todas as coisas sobre a sua vida, mas preciso ouvir da sua boca". Isso é o relacionamento com Deus, que também aprendi através do livro. Não importa o que esteja incomodando você, basta contar a Ele, que precisa ouvir suas necessidades da sua própria boca. Um relacionamento não existe sem conversa. Então logo soube quem poderia me ouvir, quem se importava realmente comigo e solucionaria os meus mais terríveis problemas do melhor jeito. 
                   


E com isso aprendi a ter , que acompanhada dela vem a esperança. Esperança do próximo dia ser melhor, esperança de começar a dar certo, esperança de um futuro bom. Começar a acreditar naquilo que tanto almeja, acreditar que amanhã será melhor e mesmo que aos nossos olhos esteja tudo ruim, ter fé na providência e cuidado dEle.

E exatamente essas coisas que A Cabana me trouxe, me fez conhecer melhor um Deus que eu já conhecia, só tinha esquecido por um tempo. E isso me fez melhorar e seguir em frente. Não digo que as vezes não seja difícil, só que agora sei em quem confiar.



O indico a vocês, não posso dizer que terá o mesmo efeito que teve em mim, mas com certeza aprenderão algo. 

Sou grata a Deus pela leitura desse livro fantástico.


 Confira os blogs das outras participantes: 


Create a dream.

20 de abril de 2017

Lacrymosa, de Juliana Daglio


SINOPSE:  O nome dela não é Valery Green. Também não nasceu no Kansas, e sua família toda não morreu num acidente de carro onde ela foi a única sobrevivente. Nascida num mundo de trevas e segredos apocalípticos, a garota feita de mentiras luta dia após dia para ter uma vida longe de sua verdadeira identidade e de seu dom misterioso, o qual ela julga como uma maldição.  Por cinco anos, ela conseguiu. Escondida na pacata Darkville, tornou-se uma respeitada Detetive, conhecida por sua frieza e eficácia no trabalho. Seu companheiro Axel parece ter orgulho de trabalharem juntos, até ficar frente a frente ao que encontraram na busca daquela noite - um demônio dentro de uma garotinha.  Para ajudar a pequena Anastacia, Valery terá que colocar em risco o trabalho na polícia e seu relacionamento com Axel, recorrendo à ajuda do Padre Henry Chastain, um velho conhecido. Desenterrando um passado cheio de exorcismos, perseguições e batalhas contra demônios, esse reencontro não promete ser feito de abraços e boas-vindas. Chas, como ela o chama,   é conhecido como o maior Exorcista vivo - a Espada de Sal do Vaticano, e é sua única esperança de lutar contra o novo inimigo, mas também representa o ponto fraco de si mesma e o acesso a um passado doloroso que pode despertar seus próprios demônios interiores.   

(A arte da capa e a sinopse são provisórias.)


22 de março de 2017

A Playlist de Hayden, de Michelle Falkoff

SINOPSE: Depois da morte de seu amigo, Sam parece um fantasma vagando pelos corredores da escola, o que não é muito diferente de antes. Ele sabe que tem que aceitar o que Hayden fez, mas se culpa pelo que aconteceu e não consegue mudar o que sente. Enquanto ouve música por música da lista deixada por Hayden, Sam tenta descobrir o que exatamente aconteceu naquela noite. E, quanto mais ele ouve e reflete sobre o passado, mais segredos descobre sobre seu amigo e sobre a vida que ele levava. A Playlist de Hayden é uma história inquietante sobre perda, raiva, superação e bullying. Acima de tudo, sobre encontrar esperança quando essa parte parece ser a mais difícil.

26 de janeiro de 2017

Um ano Inesquecível, de Paula Pimenta, Babi Dewet, Bruna Vieira e Thalita Rebouças

SINOPSE: Dizem por aí que os melhores momentos da vida são vividos na adolescência. Os primeiros amores, os encontros, as festas, as viagens, as surpresas… E são sempre os instantes inesperados que transformam um dia comum em uma lembrança especial, daquelas que nunca deixarão de nos acompanhar.

 Este é um livro sobre esses momentos doces e sensíveis que não se apagam da memória tão facilmente. Quatro contos, em quatro estações do ano, sobre jovens que passam por vivências e sentimentos intensos. Paula Pimenta nos leva em uma viagem de inverno. Babi Dewet conta como um outono pode mudar tudo. Bruna Vieira mostra a paixão brotando com a primavera. E Thalita Rebouças narra um intenso amor de verão. Histórias de um ano inesquecível que vão ficar para sempre!

4 de janeiro de 2017

Amy & Matthew, de Cammie McGovern

SINOPSE: Amy e Matthew não se conheciam realmente. Não eram amigos. Matthew sabia quem ela era, claro, mas ele também sabia quem eram várias outras pessoas que não eram seus amigos.Amy tinha uma eterna fachada de felicidade estampada em seu rosto, mesmo tendo uma debilitante deficiência que restringe seus movimentos. Matthew nunca planejou contar a Amy o que pensava, mas depois que a diz para enxergar a realidade e parar de se enganar, ela percebe que é exatamente de alguém assim que precisa. À medida que passam mais tempo juntos, Amy descobre que Matthew também tem seus problemas e segredos, e decide tentar ajudá-lo da mesma forma que ele a ajudou. E quando a relação que começou como uma amizade se transforma em outra coisa que nenhum dos dois esperava (ou sabe definir), eles percebem que falam tudo um para o outro... exceto o que mais importa.

8 de dezembro de 2016

Shingaling, de J. R. Palacio

SINOPSEExtraordinário se tornou um best-seller ao narrar os desafios enfrentados por Auggie, um menino de aparência incomum. Na sequência do romance, J.R. Palacio lançou os e-books O capítulo do Julian, narrado pelo menino que mais fazia bullying contra Auggie na escola, e Plutão, narrado pelo amigo de infância do protagonista. Agora quem conta a história é Charlotte, uma das crianças que recebem Auggie no dia em que ele vai conhecer a escola.Em Shingaling, temos a oportunidade de conhecer melhor a personagem cuja presença é decisiva em momentos importantes da vida de Auggie. Ela conta sobre sua amizade com Summer (as duas solucionam um mistério juntas) e sobre como foi, para as meninas da escola, começar a conviver com o menino mais extraordinário que já haviam encontrado. Charlotte aproveita para mostrar sua mania de fazer diagramas e explicar como elaborou o preceito citado no final de Extraordinário: “Não basta ser amigável. Você tem que ser amigo.