13 de novembro de 2015

Resenha: O Hobbit - J.R.R. Tolkien

 Esse post era pra ter sido publicado antes, mas como final de ano letivo é horrível, acabo atrasando aqui. Enfim,consegui.



 Não posso começar a falar de O Hobbit sem falar nossa história de amor, que aconteceu bem antes de eu começar a lê-lo. Tudo começou quando ouvi I See Fire música que faz parte de A Desolação de Smaug, segundo filme de O Hobbit do Ed Sheeran, me apaixonei pela música. A curiosidade de entender a música falou mais alto, então resolvi ler o livro.





   Bilbo Bolseiro, filho de Beladona Tûk, que era casada com Bungo, morava na mais luxuosa toca, no alto da colina. Era um jovem hobbit preguiçoso, que gostava de dormir, que tinha sua dispensa sempre cheia e a casa sempre arrumada. Nunca passou pela sua mente sair da sua toca quentinha, ainda mais para uma aventura. Mas a vida sempre apronta com a gente né, lógico que ela não abriria uma exceção para Bilbo.

 Então, um dia o mago Gandalf, conhecido por fazer belos fogos de artifício, apareceu em sua porta o convidando para uma aventura. Bilbo não aceita. Mago não desiste e deixa uma marca na sua porta. No outro dia aparece anões, de todos os pesos e tamanhos, bagunçando sua casa, comendo sua comida, fazendo barulho. Desde então a vida de Bolseiro muda.


 Não sei se isso é um spoiler mas ele aceita ir na aventura, com os anões e o Mago, com comidas, água. Mas chega um momento que a única coisa que importa são epenas suas vidas, eles se metem em várias encrencas e adivinha quem sempre está lá pensando e ajudando? O hobbit.



" Apesar disso, ele começou a sentir que aventuras, afinal de contas, não eram tão ruins assim. "

 Junto dele, vamos descobrir que o sobrenome "Bolseiro", não é por acaso. Na hora do desespero, Bilbo sempre está lá para ajudar, sempre pensando em uma solução. Descobre o que é amizade, companheirismos, fome, e que às vezes é bom está longe do lar. O livro tem partes engraçadas e aquelas que faz você pensar: O QUE?

 O que me chamou atenção foi quando eles paravam em uma casa para se abrigarem, sempre pediam conselhos e todos eles levavam em conta, até o mais sábio deles. 


 O Hobbit é narrado pelo próprio autor, de um jeito animado, explicado, simples e bom. Uma escrita que faz você se sentir um uma sala de estar, conversando com o escritor, como se ele estivesse na sua frente lhe contando uma história de aventura. Isso que O Hobbit é, uma aventura, em todas as páginas as aventuras estão gritando, pedindo pra você ler mais e mais. Li metade do livro em um dia. No livro tem ilustrações em cada capítulo, mostrando a parte da história, o que eu amei, facilita a vida daqueles que não conseguem imaginar, como eu. Espero ansiosamente para ler os outros livros do Tolkien.

A leitura não é cansativa, não houve nenhuma parte que me deixou com tédio, nem que arrependi por ter lido. Agora entendi a música. Já assisti o primeiro filme, amei, agora só falta os outros.

 Espero que tenham gostado do pequena resenha, é um livro muito bom de ler. 


E que as suas barbas nunca deixem de crescer


obs: Ouça I see fire - Ed Sheeran



Leitura Iniciada: 19/09/15
Leitura Finalizada: 22/09/15










Create a dream.










Beijos da Kah.

2 comentários:

  1. Oi, Kah!
    Aaaahhh, eu amo esse livro! Eu também achei a leitura super fluida, não me cansou em nenhum momento!
    Super recomendo ele pra todo mundo!
    =D

    http://osdragoesdefogo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela resenha Kah! Tenho muita vontade de mergulhar no mundo de Tolkien, tenho ele paradinho ali na estante, não tenho tempo para ler e fico deixando ele de lado por conta dos livros de parceiros.

    ResponderExcluir