3 de fevereiro de 2016

Resenha: O Lado Bom da Vida





 Sinopse: Pat Peoples, um ex-professor de história na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele “lugar ruim”, Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um 'tempo separados'.
   Tentando recompor o quebra-cabeças de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com seu pai se recusando a falar com ele, sua esposa negando-se a aceitar revê-lo e seus amigos evitando comentar o que aconteceu antes de sua internação, Pat, agora um viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida.
  À medida que seu passado aos poucos ressurge em sua memória, Pat começa a entender que 'é melhor ser gentil que ter razão' e faz dessa convicção sua meta. Tendo a seu lado o excêntrico (mas competente) psiquiatra Dr. Patel e Tiffany, a irmã viúva de seu melhor amigo, Pat descobrirá que nem todos os finais são felizes, mas que sempre vale a pena tentar mais uma vez.
Um livro comovente sobre um homem que acredita na felicidade, no amor e na esperança.




Resenha após a leitura:

O enredo do livro gira em torno de Pat Paoples que acaba de sair de uma clinica de saúde mental que ganha o apelido de “lugar ruim”, Ele não se lembra sobre o que fez para ir parar lá. A única coisa que ele acha importante no momento é reconquistar sua ex esposa Nikki.
Pat faz o possível para se manter longe de encrencas para que não possa ter outro lapsos. Mas, ao que tudo indica. Os problemas vão até ele.

Ele acredita que possa reconquistar sua antiga vida, afinal ele acredita em finais felizes e no lado bom da vida.


“Praticando ser gentil em vez de ter razão”.

O livro é narrado como se fosse um diário, uma das poucas coisas que me irritaram foi o fato de toda hora citarem sobre baseball (é, eu não fã do esporte mesmo) mas, o ponto negativo desse livro não é nada que precisem se preocupar.

Pat é um cara atencioso, otimista e cativa você ao longo do caminho.

Então ele se encontra com Tifanny, cujo marido era policial e acabou morto. Ela passa por uma grande onda de aceitação e conhece Pat através da esposa de um amigo. Tifanny quer chamar a atenção de Pat a todo custo, então ela “suborna” Pat para que ele dance com ela em um concurso, ele aceita contanto que suas cartas sejam entregue a sua ex esposa para a reconciliação, para que sua vida “normal” volte novamente.

O que ele não espera é que ambos se encontram se ajudando, em modos diferente. E dai nasce uma bela amizade que tempos mais tarde... Bom vocês sabem.


Essa é uma história linda de amor e superação, que merece ser lida.

A narrativa é leve, não tem mistérios. É ingênuo e eu recomendo para todos que querem se divertir e se deixar serem leves também, por um momento.

10 comentários:

  1. Adoro esse livro, teve alguns momentos que deram uma enroladinha, mas o final compensa tudo <3

    bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você teve a mesma linha de pensamento que eu. O final é a coisa mais linda.

      Excluir
  2. Adivinha quem ganhou ele de natal lol kkkkkk agora quero ler mais ainda rs adorei sua resenha e também não curto muito esporte rara

    http://estilodenerd42.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu curto esportes, Naiara! Mas, não Baseball em especifico, sabe? Fico feliz por saber que tenha gostado. Volte sempre por aqui para ler minhas outras resenhas. <3

      Excluir
  3. Eu estava lendo ele mas parei. Depois da resenha retomei minha vontade por descobrir o final da trama

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom saber que minha resenha te ajudou a continuar a leitura. <3

      Excluir
  4. Eu li esse livro a um tempo... gostei, mas não tanto.
    Acho que ele tem uma mensagem importante, porém ele é um pouco parado e isso não me prendeu tanto.
    Beijos
    Dri

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele não entra na minha lista de favoritos mas, me ensinou algo bom. Valeu a pena ter lido!

      Excluir
  5. Oooi! Eu nunca li o livro, mas já assisti mais de uma vez ao filme. Eu gostei bastante! Os atores foram incríveis e passaram os sentimentos mesmo. Eu acho o enredo bem interessante, e quem sabe um dia eu não compro o livro?!
    Parabéns pela resenha!
    Beijos e fique bem =D

    // http://www.thoughtsandadventures.com.br //

    ResponderExcluir